Bem-vindo, visitante ( Entrar | Registrar )

  Rating ---

entry May 12 2019, 09:18 PM
Paquistão faz acordo de US$6 bi com FMI

* por James Mackenzie e Syed Raza Khan | Reuters

ISLAMABAD (Reuters) - O Paquistão chegou a um acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI) sobre um pacote de resgate de 6 bilhões de dólares, com duração de três anos, destinado a reforçar as finanças públicas e fortalecer a economia, disseram autoridades neste domingo.

O ministro das Finanças do Paquistão, Hafeez Shaikh, disse à TV PTV que espera que o acordo, que ainda precisa ser aprovado pelo conselho do FMI em Washington, seja o último para o Paquistão, que tem repetido resgates nas últimas três décadas.

“O Paquistão está enfrentando um ambiente econômico desafiador, com crescimento fraco, inflação elevada, alto endividamento e uma posição externa fraca”, disse o FMI em um comunicado destacando a estrutura de um acordo fechado após meses de negociações.

O governo do primeiro-ministro Imran Khan chegou ao poder no ano passado relutante em buscar o que agora é esperado para ser o 13º resgate do FMI desde o final dos anos 1980.

Herdando uma economia com orçamentos escassos e déficits em conta corrente, seu governo inicialmente buscou bilhões de dólares em financiamento de países amigos, incluindo China, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos.

Mas com a inflação subindo para mais de 8 por cento, a rupia paquistanesa perdendo um terço de seu valor no ano passado e as reservas cambiais mal suficientes para cobrir mais de dois meses de exportações, o governo foi forçado a recorrer ao FMI.

O pacote incluirá “uma agenda ambiciosa de reformas estruturais” para impulsionar o crescimento, que o FMI vê desacelerar para 2,9 por cento este ano, ante 5,2 por cento no ano passado.

Também prevê reformas tributárias para melhorar as finanças públicas e reduzir a dívida pública, bem como um “plano abrangente de recuperação de custos” nos setores de energia, onde a acumulação de atrasos de dívidas agiu como um dreno crescente dos recursos do governo.

O orçamento para o próximo ano fiscal de 2019/20 terá como objetivo um déficit primário, não incluindo pagamentos de dívidas, de 0,6 por cento do produto interno bruto.

O FMI disse que o Banco do Estado do Paquistão se concentrará em reduzir a inflação e salvaguardar a estabilidade financeira. O fundo disse que uma taxa de câmbio “determinada pelo mercado” ajudará o funcionamento do setor financeiro.

 
« Next Oldest · With or Without Money · Next Newest »
 
DSTQQSS
23
24
25
26
27
28
29
30
31




IPS Driver Error  

There appears to be an error with the database.
You can try to refresh the page by clicking here.

Error Returned

We apologise for any inconvenience