Bem-vindo, visitante ( Entrar | Registrar )

  Rating ---

entry Oct 2 2018, 08:46 PM
Governo reconhece que Argentina ficará em recessão "durante um tempo"

* por EFE

Buenos Aires, 2 out (EFE).- O ministro da Economia da Argentina, Nicolás Dujovne, reconheceu nesta terça-feira que a economia do país ficará em recessão "durante um tempo", mas que as políticas do presidente Mauricio Macri conseguiram "evitar uma crise".

"Sabemos que temos meses difíceis pela frente. Mas também sabemos que, sem essas medidas, teria sido muito pior. Conseguimos evitar uma crise", declarou o ministro à rádio "La Red".

"A economia argentina está em recessão, ficará em recessão por um tempo. O importante é que temos um 'piloto de tempestades', o presidente, que realmente, com muita coragem, decidiu avançar nas medidas que eram necessárias para estabilizar a situação", alegou Dujovne.

Praa o ministro, essa solução passa por "acelerar o caminho para o equilíbrio fiscal", razão pela qual o governo enviou ao Congresso um projeto de lei de orçamento para o próximo ano com equilíbrio fiscal primário.

"Agora temos uma política monetária muito restritiva, por muitos meses, de tal maneira a estabilizar a moeda, que estava muito enfraquecida nos últimos meses", afirmou.

O ministro reiterou que a Argentina teve em 2018 um conjunto de eventos como a seca - que afetou fortemente a produção agrícola - e a volatilidade internacional, o que foi "muito duro" para o país, já que não tinha terminado de "corrigir os desequilíbrios" econômicos.

Dujovne também ressaltou que os escândalos de corrupção envolvendo grandes empresários e funcionários dos governos de Néstor e Cristina Kirchner afetaram a confiança dos investidores.

A "tempestade" econômica vivida pela Argentina provocou no segundo semestre deste ano uma queda anualizada de 4,2% no Produto Interno Bruto (PIB), o que interrompeu uma sequência positiva de quase um ano.

No final de abril, com o começo da desvalorização do peso em relação ao dólar e ao euro, o governo decidiu pedir ajuda financeira ao Fundo Monetário Internacional (FMI) para acelerar as reformas e tentar acabar com o déficit.

 
« Next Oldest · With or Without Money · Next Newest »
 
DSTQQSS
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31