Bem-vindo, visitante ( Entrar | Registrar )

  Rating ---

3 Páginas V  1 2 3 >
Entradas em November 2023

entry Nov 1 2023, 12:02 AM
Dados de inflação são boa notícia, e preços devem seguir desacelerando, diz Guindos, do BCE

* por Estadão | São Paulo

O vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE), Luis Guindos, afirmou nesta terça-feira, 31, que os dados de inflação divulgados na zona do euro são "boas notícias", e que os preços devem seguir desacelerando nos próximos meses. Em discurso na Universidade Icade, o dirigente disse que, se a autoridade mantiver juros no atual nível por algum tempo, a inflação deverá convergir com a meta de 2% do BCE.

Por sua vez, Guindos lembrou que existem riscos, especialmente geopolíticos, e apontou que o agravamento dos atuais conflitos no Oriente Médio pode ter efeito na inflação de energia.

Além disso, o dirigente apontou a desvalorização do euro como outro elemento de pressão inflacionária. A região conta ainda com um mercado de trabalho forte, o que induziu altas salariais, que Guindos também observa como um potencial fator de pressão nos preços.

Sobre a necessidade de agir para combater o avanço dos preços, o dirigente avaliou que, se há alta de inflação e a política monetária não atua, pode haver perda de credibilidade, incluindo expectativas desancoradas.

Sobre os riscos no setor bancário, especialmente após os problemas enfrentados nos Estados Unidos e na Suíça há alguns meses, Guindos afirmou que os bancos europeus têm alta liquidez, e que suportaram bem a crise.

Entradas em October 2023

entry Oct 30 2023, 07:46 PM
Totvs compra IP por R$137,6 mi

* por Patricia Vilas Boas | Reuters

(Reuters) - A Totvs anunciou nesta segunda-feira assinatura de contrato para a aquisição da franquia IP São Paulo Sistemas de Gestão Empresarial por 137,6 milhões de reais, conforme comunicado ao mercado.

A IP atende mais de 2 mil clientes, possui escritórios em Campinas, Jundiaí, Ribeirão Preto, Sorocaba, Limeira, no Estado de São Paulo, e Uberlândia, em Minas Gerais, e obteve receita líquida de cerca de 120 milhões de reais nos últimos 12 meses, segundo a Totvs.

O fechamento da aquisição depende, entre outras questões, da aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), afirmou a empresa.

entry Oct 29 2023, 10:33 PM
Novo acordo do UAW com a Ford inclui US$8 bi em investimentos na produção

* por Joseph White | Detroit | Reuters
David Shepardson | Washington
Jyoti Narayan | Bengaluru

DETROIT (Reuters) - Os líderes do sindicato United Auto Workers aprovaram um novo acordo de contrato provisório neste domingo com a Ford Motor que inclui 8,1 bilhões de dólares em investimentos na produção da empresa, enquanto a negociação continua na General Motors sem nenhum acordo.

O contrato UAW-Ford poderá dar aos trabalhadores até 70.000 dólares em pagamento extra durante os 4 anos e meio de vigência do contrato, antes de maior participação nos lucros e contribuições para a aposentadoria, disseram representantes do UAW aos membros em um vídeo neste domingo.

O valor máximo para os trabalhadores aumentará para 42,60 dólares por hora até 2028, incluindo estimados subsídios de custo de vida. A empresa também oferecerá buyouts de 50.000 dólares para os trabalhadores e o novo contrato eliminará todas as fábricas de níveis salariais mais baixos.

O UAW publicou os termos do seu novo contrato com a Ford após conversações com líderes sindicais locais em Detroit, antes de levar o acordo a todos os trabalhadores sindicalizados para ratificação.

A Ford adicionará veículos elétricos às fábricas de montagem existentes em Louisville e Ohio, de acordo com o resumo dos termos do UAW.

Os investimentos da Ford incluem vários novos modelos híbridos, incluindo versões híbridas gás-elétricas dos maiores SUVs da Ford, o Lincoln Navigator e o Ford Expedition. O presidente-executivo da Ford, Jim Farley, delineou planos para investir mais na expansão da linha híbrida da montadora, ao mesmo tempo que reduz os planos para expandir a capacidade de modelos totalmente elétricos.

O acordo inclui um bônus de ratificação de 5.000 dólares, pacotes especiais de incentivo à aposentadoria e dá aos trabalhadores temporários recém-contratados um caminho mais rápido para o status de turno integral e a melhor taxa salarial sindical. Os trabalhadores também recebem um voucher de 1.500 dólares para a compra de um veículo e contribuições maiores da empresa para benefícios de aposentadoria.

Os trabalhadores temporários existentes da Ford tornam-se imediatamente funcionários permanentes, a caminho de receber os melhores salários dentro de três anos, e o acordo cria um caminho para que os trabalhadores de joint ventures, fábricas de baterias e do complexo de veículos elétricos urbanos BlueOval da Ford, no Tennessee, se juntem ao sindicato e sejam cobertos pelo contrato mestre.

As ações da GM e da Ford caíram cerca de um quinto desde o início da greve em 15 de setembro. As ações da Stellantis recuaram apenas 1%.

GM
Não está claro o que atrapalhou o progresso da GM e do UAW em direção a um acordo inspirado em acordos anteriores com a Ford e a proprietária da Chrysler, Stellantis mas fontes disseram que uma questão importante eram os custos das pensões dos aposentados. Esses acordos renderam aos trabalhadores um salto recorde de 25% nos salários ao longo do contrato de quatro anos e meio e permitiram que as montadoras reiniciassem suas lucrativas linhas de montagem de picapes.

O presidente do UAW, Shawn Fain, ordenou no sábado uma greve na fábrica de motores e montagem da GM em Spring Hill, Tennessee, criticando a "recusa desnecessária e irresponsável da GM em chegar a um acordo justo”.

Fain reuniu-se com líderes sindicais neste domingo para analisar o acordo antes que as autoridades concordassem em submeter a proposta a todos os membros para uma votação de ratificação.

A GM disse estar decepcionada com a decisão do UAW de atacar Spring Hill.

A paralisação de Spring Hill poderá prejudicar a grande produção de picapes da GM, bem como a montagem de outros veículos populares da GM. Os efeitos em cascata de uma greve prolongada em Spring Hill poderão aumentar os custos do impasse para a GM muito além dos 400 milhões de dólares por semana que a empresa informou na semana passada.

O advogado do UAW, Benjamin Dictor, publicou na manhã de domingo na plataforma de mídia social X, anteriormente conhecido como Twitter: “Todos os meus amigos odeiam empresas que não concordam com contratos justos para seus trabalhadores”. Mais tarde, ele excluiu o post.

A GM é agora a única montadora de Detroit sem acordo. A Stellantis chegou a um acordo com o UAW no sábado. A Ford, na quarta-feira.

Na Ford, os líderes sindicais irão agora participar de reuniões regionais para explicar os acordos aos membros, que então votarão se irão aprová-los.

Os líderes do UAW não podem mais considerar os votos de ratificação como garantidos. No mês passado, os trabalhadores do UAW nas operações da Mack Truck nos EUA rejeitaram esmagadoramente um acordo recomendado por Fain, enquanto a Mack disse na quinta-feira que não estão programadas novas negociações. Em 2015, os membros do UAW no que hoje é a Stellantis votaram contra um contrato endossado pela liderança sindical.

Fain disse no sábado que os líderes sindicais locais nas fábricas da Stellantis virão a Detroit em 2 de novembro, antes que o acordo seja enviado aos membros para ratificação.

entry Oct 28 2023, 08:35 PM
Meganegócios de Exxon e Chevron revelam por que os dias de petróleo fácil acabaram

* por Kevin Crowley, Mitchell Ferman, David Wethe | Bloomberg

A Exxon Mobil Corp. e a Chevron Corp. passaram os últimos dias explicando aos investidores por que desejam gastar US$ 114 bilhões (R$ 571,6 bi) combinados em dois meganegócios. Na sexta-feira (27), seus relatórios de ganhos revelaram as razões.

A produção de petróleo da Exxon está próxima do nível mais baixo desde sua fusão com a Mobil Corp. há mais de duas décadas. A Chevron divulgou obstáculos para projetos-chave de crescimento no Cazaquistão e na Bacia do Permiano, no oeste do Texas e no Novo México.

Em resumo, os dias de crescimento fácil na produção de petróleo acabaram.

A reação do mercado foi rápida e brutal. A Chevron despencou quase 7%, e a Exxon fechou 1,9% mais baixa, mesmo com os preços do petróleo subindo devido às tensões no Oriente Médio. Para o veterano financiador de petróleo de xisto Dan Pickering, a resposta dos acionistas revela preocupações com o negócio de combustíveis fósseis, especialmente quando comparado a outros setores como a tecnológico.

"Bem-vindo ao campo de petróleo", disse Pickering, fundador da Pickering Energy Partners, sediada em Houston. Os investidores "não acreditam que esse negócio possa ser sustentável, não acreditam na disciplina dessas empresas. Preferem olhar para a Amazon hoje, ou talvez qualquer dia".

Ao contrário de seus rivais europeus, a Exxon e a Chevron investiram pesadamente em combustíveis fósseis durante o boom ESG dos últimos quatro anos. Mesmo assim, novos suprimentos de petróleo bruto têm sido difíceis de encontrar. No mar, a exploração é cara e imprevisível. Os campos de xisto dos EUA estão experimentando um declínio no crescimento da produção, pois as melhores áreas já foram fraturadas.

Ambas as empresas fizeram suas aquisições recentes a partir de uma posição de força em comparação com onde estavam durante o auge da pandemia. Um aumento nos preços da energia no ano passado se traduziu em lucros recordes. Os preços das suas acões subiram, proporcionando aos executivos da Exxon e da Chevron uma moeda forte para comprar concorrentes menores.

A compra de US$ 62 bilhões da Pioneer Natural Resources Co. pela Exxon, anunciada duas semanas atrás, a tornará a produtora dominante no Permiano. A Chevron disse na segunda (23) que está comprando a Hess Corp. por US$ 52 bilhões, dando-lhe uma participação em um dos maiores e mais rápidos projetos de petróleo do mundo na Guiana.

Ambos os acordos são transações de ações com pequenos prêmios de aquisição e são os maiores da indústria do petróleo em mais de oito anos. Como tal, ameaçaram ofuscar os relatórios de ganhos da Exxon e da Chevron. Mas as operações existentes não escaparam da análise.

A Chevron revelou mais um atraso e aumento de custos em seu projeto de US$ 45 bilhões em Tengiz, no Cazaquistão, e que o fluxo de caixa de Tengiz será cerca de US$ 1 bilhão menor do que o previsto anteriormente quando finalmente entrar em operação em 2025.

A Exxon tem um perfil de crescimento muito mais forte, já tendo estabelecido uma base na Guiana e vendido ativos de custo mais alto. Mas a produção da gigante do petróleo do Texas teve uma média de apenas 3,69 milhões de barris de óleo equivalente por dia no terceiro trimestre, próximo de uma mínima de duas décadas, à medida que o crescimento da Guiana e do Permiano não conseguiu compensar o impacto das vendas de ativos, cortes na produção da Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) e a queda natural na produtividade que afeta todos os campos de petróleo.

Para piorar as coisas, a Exxon disse que os lucros com produtos químicos, há muito tempo vistos como uma área-chave de crescimento para as grandes petroleiras, caíram 70% em relação ao trimestre anterior.

"A indústria ainda está se recuperando do impacto da pandemia e dos níveis mais baixos de capital que têm sido investidos em toda a indústria para compensar a depleção que vem ocorrendo", disse o CEO da Exxon, Darren Woods, em entrevista à Bloomberg TV.

A Chevron apresentou uma lista de problemas técnicos no Permiano: limites na produção de águas residuais, altos níveis de dióxido de carbono em seu gás natural e parceiros de produção com dificuldades para fraturar. Embora concorrentes menores tenham reclamado de problemas semelhantes à medida que o Permiano se expandia para se tornar o maior campo de xisto do mundo, é incomum ouvir esses tipos de detalhes de uma gigante do petróleo.

"Isso é um exemplo do amadurecimento da bacia", disse Pickering. "O que é meio surpreendente é que a Chevron chamou a atenção para isso, porque normalmente eles são uma grande empresa e não entrariam tanto nos detalhes".

Resolver tais problemas provavelmente aumentará os custos. A indústria global de petróleo e gás deve aumentar os gastos em cerca de 10% este ano, para US$ 545 bilhões, segundo o JPMorgan Chase & Co., além de um aumento de 34% no ano passado. No início desta semana, o CEO da Halliburton Co., Jeff Miller, lembrou os investidores de um dos maiores desafios da indústria, especialmente no xisto. "A realidade é que você precisa trabalhar mais para se manter no mesmo nível".

entry Oct 27 2023, 09:12 PM
Pesquisa do BCE traz projeção de inflação de 5,6% em 2023 e de 2,7% em 2024 na zona do euro

* por Estadão | São Paulo

O Banco Central Europeu (BCE) divulgou nesta sexta-feira, 27, pesquisa que compila projeções de especialistas, relativa ao quarto trimestre deste ano. As expectativas para o índice de preços ao consumidor ficaram "em geral inalteradas", diz a instituição, na comparação com a sondagem anterior, do terceiro trimestre. No ano atual, o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da zona do euro deve avançar 5,6% (no terceiro trimestre, a projeção era de alta de 5,5%).

Para 2024, a expectativa é de alta de 2,7% no CPI, repetindo a sondagem anterior, e para 2025 ela recuou de 2,2% a 2,1%. No longo prazo, foi mantida a expectativa de alta de 2,1%.

Os especialistas consultados pelo BCE estimam que o núcleo da inflação (excetuado energia, alimentos, álcool e tabaco) deve avançar 5,1% neste ano (número mantido da pesquisa anterior), 2,9% em 2024 (de 3,1% anteriormente) e 2,2% em 2025 (de 2,3%). No mais longo prazo, a expectativa para o núcleo do CPI recuou de 2,1% a 2,0%.

No caso da taxa de desemprego, foi cortada a projeção para este ano, de 6,6% na pesquisa do terceiro trimestre a 6,5% agora.

Para 2024, ela foi mantida em 6,7%, e em 2025 passou de 6,7% a 6,6%.

entry Oct 26 2023, 09:11 PM
Valor de mercado das big techs cai US$ 386 bi após resultados fracos

* por Subrat Patnaik | Bloomberg

O valor de mercado das gigantes da tecnologia, que impulsionaram a alta das bolsas americanas neste ano, já caiu em US$ 386 bilhões com o impacto de balanços fracos, e isso pode levar a uma correção do índice S&P 500.

A Alphabet, dona do Google, a Tesla, a Meta, que controla o Facebook e o Instagram, e a Microsoft afundaram desde que divulgaram balanços.

A Amazon oscilou após divulgar os resultados nesta quinta-feira (26). Apple e Nvidia divulgam resultado em novembro.

As sete empresas têm sido o assunto do ano no mercado de ações, com um frenesi de interesse em torno da inteligência artificial. Mas o otimismo diminuiu com os juros altos e a guerra no Oriente Médio. O S&P 500 já caiu 9,8% desde sua máxima do ano. Uma queda de 10% do pico é considerada uma correção em um mercado de alta, ou bull market.

O índice Nasdaq 100, dominado pelas sete, ainda sobe 29% no ano, o que significa que há muito espaço para o mercado cair.

Os resultados da Meta impactaram o mercado nesta quinta-feira (26). As ações caíram 3,7% depois da gigante das redes sociais ter frustrado as esperanças dos investidores de uma recuperação publicitária a longo prazo, dizendo que foi ao sabor de um ambiente econômico incerto.

Só a Alphabet foi responsável por uma perda de quase US$ 180 bilhões em valor de mercado nesta quarta-feira (25), depois que sua unidade de nuvem registrou lucro menor do que o esperado. Foi a maior perda de valor de mercado em uma única sessão para a empresa.

No início do mês, o valor da Tesla encolheu em US$ 72 bilhões em apenas um dia após seus resultados.

Por enquanto, o único balanço bem recebido entre as sete foi o da Microsoft. A fabricante do Windows subiu e adicionou cerca de US$ 75 bilhões em valor de mercado na quarta-feira (25), depois de divulgar resultados que superaram as expectativas.

A única esperança entre as sete grandes, a Microsoft, foi frustrada nesta quinta (26). A fabricante do Windows caiu, revertendo uma recuperação anterior que havia adicionado cerca de US$ 75 bilhões em valor de mercado na quarta-feira (25), depois que divulgou resultados do primeiro trimestre superando as expectativas.

A Alphabet e a Microsoft, que estão atrás da Amazon em infraestrutura de nuvem, têm se esforçado para desenvolver suas ofertas de IA como forma de tornar suas plataformas mais atraentes para os clientes. Seus resultados elevam o padrão para a Amazon, líder em computação em nuvem.

entry Oct 25 2023, 09:09 PM
Lagarde, do BCE, não comenta política monetária em discurso para evento no Banco da Grécia

* por Estadão

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, não comentou sobre política monetária em discurso no Banco da Grécia por ocasião da reunião de política monetária externa do Conselho do BCE, em Atenas. A dirigente lembrou o período de silêncio antes da próxima decisão do BCE, e fez comentários sobre a recuperação da economia grega nos últimos anos.

"O PIB real per capita está agora quase 10% acima do seu nível pré-pandemia - um desempenho muito mais forte do que o da zona do euro como um todo. A taxa de desemprego também diminuiu acentuadamente, situando-se em 10,9% em agosto, o nível mais baixo desde o final de 2009", apontou Lagarde.

entry Oct 24 2023, 09:04 PM
Estamos no "caminho certo" para fechar acordos comerciais em reunião de fevereiro, diz chefe da OMC

* por Emma Farge | Reuters

GENEBRA (Reuters) - A diretora-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC) expressou nesta terça-feira otimismo quanto à possibilidade de se chegar a acordos comerciais na próxima grande reunião ministerial da entidade, em fevereiro de 2024.

Mais de 1.000 autoridades comerciais estão reunidas em Genebra nesta semana para tentar avançar em negociações antes de uma reunião nos Emirados Árabes Unidos no ano que vem, quando se buscará fechar acordos sobre pesca e reformas da OMC, entre outros tópicos.

"No geral, foi uma reunião positiva. Atrevo-me a dizer que me animou estarmos no caminho certo para alcançar os resultados esperados", disse a diretora-geral da OMC, Ngozi Okonjo-Iweala, em uma coletiva de imprensa. Ela acrescentou que as discussões sobre pesca e reformas do sistema de solução de controvérsias foram as mais promissoras.

Os membros da OMC chegaram a um pacote histórico de acordos em junho de 2022 que incluiu a proibição de alguns subsídios à pesca que têm o potencial de reverter o colapso dos estoques de peixes. No entanto, apenas parte do acordo foi finalizada e as negociações continuam.

"É claramente nossa ambição concluir as negociações até dezembro", disse o presidente das negociações, o embaixador Einar Gunnarsson, da Islândia, à Reuters nesta terça-feira, dizendo que as autoridades seniores haviam comunicado um "forte compromisso" de avançar.

Os membros da OMC também estão tentando chegar a um acordo sobre propostas de reforma para seu sistema de disputas comerciais, que tem funcionado apenas parcialmente desde que a oposição dos EUA às nomeações de juízes paralisou seu tribunal superior em dezembro de 2019.

entry Oct 23 2023, 09:31 PM
Grécia volta a ser ‘grau de investimento’, mais de uma década após quase quebrar a zona do euro

* por Estadão

Atenas - A Grécia ganhou uma nova certificação de sua saúde financeira na sexta-feira,20, quando a Standard & Poor’s se tornou a primeira das três principais agências internacionais de risco a elevar a classificação de crédito do país para “grau de investimento”.

A elevação da nota em um nível, de BB+ para BBB-, deverá aumentar significativamente a confiança do mercado na economia grega, atraindo investimentos e reduzindo os custos dos empréstimos. O governo de centro-direita do país saudou o fato como um grande feito.

Isso ocorreu mais de uma década depois que os títulos da Grécia foram rebaixados para o grau especulativo - ou “junk bonds”, de altíssimo risco - em meio à crise financeira que levou o país à beira do colapso financeiro, quase quebrou a zona do euro e forçou três resgates internacionais maciços.

Para garantir os empréstimos de resgate, os sucessivos governos gregos se comprometeram a impor dolorosos cortes de gastos e aumentos de impostos, ao mesmo tempo em que reformaram amplamente a economia e equilibraram o orçamento do Estado.

A S&P disse que a perspectiva da Grécia era estável, enquanto uma redução adicional na dívida do país como porcentagem da produção anual poderia levar a um novo upgrade no futuro.

“Apoiado por uma recuperação econômica muito rápida, o governo grego tem sido capaz de superar regularmente suas próprias metas orçamentárias, apesar do aumento gradual das transferências sociais”, disse a S&P.

Garantir o grau de investimento era uma meta fundamental para o primeiro-ministro Kyriakos Mitsotakis, que conquistou um segundo mandato em uma vitória eleitoral esmagadora em junho.

O Ministro das Finanças do país, Kostis Hatzidakis, saudou o upgrade da S&P, ao mesmo tempo em que se comprometeu a manter políticas orçamentárias prudentes. “O país encara uma janela histórica de oportunidades por meio de uma combinação da política econômica correta com a estabilidade política”, disse ele.

No início de setembro, a agência de classificação DBRS Morningstar também elevou a classificação de crédito da Grécia para grau de investimento. Dias depois, a Moody’s também elevou a nota da Grécia, mas ainda fora do grau de investimento.

A Moody’s, a Standard & Poor’s, a DBRS e a Fitch são as quatro agências de classificação levadas em conta pelo Banco Central Europeu - e espera-se que a Fitch reavalie a classificação da Grécia até o final do ano.

entry Oct 22 2023, 11:48 PM
Banco Central Europeu avança para nova fase de estudos do euro digital

* por Wagner Riggs | Portal do Bitcoin

O Banco Central da Europa (BCE) anunciou na última semana que entrou para a próxima fase de estudos de criação de uma moeda digital do banco central (CBDC): a fase de preparação.

Esta fase de preparação abrirá caminho para uma potencial decisão futura sobre a emissão de um euro digital, diz o comunicado oficial da instituição.

A partir do primeiro dia de novembro deste ano, nos próximos dois anos o BCE irá selecionar fornecedores para construir a infraestrutura da moeda europeia na forma digital e testar os protótipos que desenvolveu na primeira fase.

“Esta decisão surge na sequência da conclusão da fase de investigação lançada pelo Eurosistema em outubro de 2021 para explorar possíveis modelos de concepção e distribuição de um euro digital”, diz o BCE.

A entidade acrescentou que ao concluir a atual fase, “o BCE concebe um euro digital que seria amplamente acessível aos cidadãos e às empresas através da distribuição por intermediários supervisionados, como os bancos”.

Euro digital
Até então, a presidente do BCE, Christine Lagarde não vinha dando esperança aos defensores do euro na forma digital. No entanto, o anúncio da nova fase de testes sinaliza que o projeto continua no força.

O design da CBDC descrito pelo BCE será sob uma forma de dinheiro digital que poderá ser utilizada para todos os pagamentos digitais em toda a região do Euro, “amplamente acessível, gratuito para uso básico e disponível tanto online como offline, com o mais alto nível de privacidade, preenchendo várias lacunas no meios de liquidação instantânea em dinheiro”, disse no comunicado Lagarde.

“Um euro digital aumentaria a eficiência dos pagamentos europeus e contribuiria para a autonomia estratégica da Europa”, acrescentou Fabio Panetta, membro da Comissão Executiva do BCE e Presidente do Grupo de Trabalho do euro digital.

Para Panetta, “à medida que as pessoas optam cada vez mais por pagar digitalmente, devemos estar preparados para emitir um euro digital juntamente com dinheiro”.

Emissão do euro digital dependerá do Parlamento
O atraso para o início dessa nova etapa de testes do euro digital estava até então sendo atribuído a questões políticas, depois de os primeiros estudos terem durado cerca de dois anos. Isso porque o BCE afirmou que não lançará a CBDC sem deliberações legislativas.

“O lançamento da fase de preparação não é uma decisão sobre a emissão de um euro digital. Essa decisão só será considerada pelo Conselho do BCE quando o processo legislativo da União Europeia estiver concluído”, diz o texto.

“O BCE terá em conta quaisquer ajustamentos à conceção do euro digital que possam ser necessários em resultado das deliberações legislativas”, acrescenta.

Em resumo, os diretores do BCE não vão tomar qualquer decisão sobre a implementação da moeda digital enquanto não houver uma base legislativa para viabilizar a criação da representação digital da moeda europeia.

Contudo, o processo político acerca do assunto também pode terminar antes que o BCE avance, segundo Stefan Berger, membro do Parlamento Europeu.

3 Páginas V  1 2 3 >  
DSTQQSS
1
2
7
21
31