Bem-vindo, visitante ( Entrar | Registrar )

  Rating ---

Entries on Monday 6th November 2023

entry Nov 6 2023, 09:23 PM
BCE deve permanecer vigilante e estar pronto para aumentar juros novamente, diz Holzmann

* por Francois Murphy

VIENA (Reuters) - O Banco Central Europeu (BCE) deve permanecer vigilante em relação à inflação e estar preparado para aumentar as taxas de juros novamente, se necessário, disse seu formulador de política monetária Robert Holzmann nesta segunda-feira, alertando que os juros não serão cortados tão cedo.

Em sua última reunião, em 26 de outubro, o BCE deixou as taxas de depósito inalteradas e interrompeu uma sequência sem precedentes de dez aumentos consecutivos dos juros, e insistiu que as discussões do mercado sobre cortes nos juros eram prematuras.

"Definitivamente, faço parte daqueles que acham que devemos ser muito cuidadosos, que devemos estar prontos para aumentar novamente, se necessário, e certamente não declarar vitória muito cedo", disse Holzmann a repórteres em entrevista paralela durante uma conferência, acrescentando: "Precisamos nos manter vigilantes".

O BCE elevou os juros em um total de 4,5 pontos percentuais desde julho de 2022 para combater o crescimento descontrolado dos preços, mas agora está fazendo uma pausa, conforme os efeitos dos custos de empréstimos em alta recorde estão começando a se espalhar pela economia do bloco.

Os mercados financeiros estão agora aumentando as expectativas de cortes nas taxas de depósito do BCE, apostando que será o primeiro grande banco central a flexibilizar a política monetária para amortecer uma economia da zona do euro que enfrenta recessão, em contraste com os robustos Estados Unidos.

Holzmann, no entanto, procurou amenizar as expectativas.

"Não espere nenhuma redução dos juros em breve. Eventualmente, isso acontecerá, mas, por enquanto, não vejo isso", disse Holzmann, que dirige o Banco Nacional da Áustria.

Perguntado se estava preocupado com as perspectivas de crescimento, ele disse: "Na verdade, não, porque é preciso pensar que aumentamos os juros em 450 pontos-base na Europa e, apesar desse grande aumento, ainda temos estagflação, portanto, poderia ser muito, muito pior. Portanto, diante disso, estamos em uma situação muito boa".

 
DSTQQSS
4
17
25
29