Bem-vindo, visitante ( Entrar | Registrar )

  Rating ---

entry Oct 10 2018, 08:46 PM
Irlanda do Norte ameaça negociações sobre o Brexit

* por AFP

Bruxelas, 10 Out 2018 (AFP) - A divergência entre a Grã Bretanha e a União Europeia sobre a Irlanda do Norte ameaça as complexas negociações sobre o Brexit.

Dentro de uma semana os chefes de Estado da União Europeia devem se reunir em Bruxelas para a "hora da verdade" sobre o Brexit, e até o momento não há nenhum acordo entre Londres e a UE sobre a forma de controlar as fronteiras do bloco europeu os bens que transitam na província britânica da Irlanda do Norte.

"Nunca trabalhamos com a hipótese da falta de um acordo, mas temos que nos preparar" para isso, advertiu o negociador comunitário, Michel Barnier, a empresários do bloco reunidos no Parlamento Europeu em Bruxelas.

"Em 29 de março de 2019, isto é, em seis meses, a Grã Bretanha sairá da União Europeia, do mercado único e da união aduaneira. Avançamos bem para uma saída ordenada, mas vários temas espinhosos estão pendentes, em particular sobre como evitar a criação de uma fronteira entre a Irlanda e a Irlanda do Norte", explicou.

O divórcio imporá controles administrativos entre Grã Bretanha e Irlanda do Norte, já que o que virá da Grã Bretanha para a Irlanda do Norte chegará também ao mercado único europeu pela Irlanda, afirmou nesta quarta a empresários.

"Tanto a UE como a Grã-Bretanha excluem uma fronteira física na ilha da Irlanda, por isso o que acontecer na Irlanda do Norte também vai acontecer no mercado único europeu", disse Barnier.

"Haverá procedimentos administrativos que não existem atualmente para os bens provenientes do resto da Grã-Bretanha que entram na Irlanda do Norte", explicou a representantes de empresas da UE em Bruxelas.

O negociador europeu apontou que as medidas seriam temporárias, enquanto um novo acordo comercial é negociado com Londres, e seria reduzidas ao mínimo se o Reino Unido aceitar um acordo de união aduaneira sob as regras comunitárias.

"Estamos abertos a ter uma união aduaneira com a Grã-Bretanha, o que eliminaria uma grande parte dos controles de fronteira", acrescentou.

Mas, à espera de um acordo final, as empresas britânicas que enviarem mercadorias para a Irlanda do Norte deverão preencher "declarações aduaneiras" com antecedência.

"O único controle sistemático visível entre Irlanda do Norte e o resto da Grã-Bretanha seria a leitura do código de barras dos contêineres, o que se faria nos navios ou portos de trânsito, como é feito atualmente entre a Espanha (continental) e Ilhas Canárias", indicou.

Os controles de bens industriais produzidos na Irlanda do Norte destinados à exportação para a União Europeia poderiam ser realizados "por reguladores" nas fábricas, em vez de nas fronteiras.

Quanto aos controles sanitários e fitossanitários, "a Irlanda deve permanecer uma zona epidemiológica única. Já são realizados controles nos portos, mas com o Brexit haverá uma mudança de escala e atingirá 100% dos animais e não os 10% de ontem", declarou.

Theresa May participará na próxima semana de uma cúpula da UE, considerada pelo presidente do Conselho Europeu Donald Tusk como o "momento da verdade" para as negociações sobre uma saída ordenada do clube europeu.

May está sob pressão para chegar a um acordo antes de 29 de março, mas o Partido Unionista Democrático (DUP) da Irlanda do Norte, que tem 10 deputados na Câmara dos Comuns, ameaçou nesta quarta-feira com não votar o orçamento este mês se o governo ceder muito nas negociações.

A aprovação do orçamento na Câmara dos Comuns é tradicionalmente um teste de confiança no governo. Sem sua aprovação, o governo poderia cair.

 
« Next Oldest · With or Without Money · Next Newest »
 
DSTQQSS
23
24
25
26
27
28
29
30
31




IPS Driver Error  

There appears to be an error with the database.
You can try to refresh the page by clicking here.

Error Returned

We apologise for any inconvenience