Bem-vindo, visitante ( Entrar | Registrar )

  Rating ---

468 Páginas V  1 2 3 > » 
entry Ontem, 09:40 PM
'Nasdaq chinês' gera comoção em estreia na Bolsa de Xangai

* por AFP

Xangai, 22 Jul 2019 (AFP) - As empresas cotadas no "STAR Market", novo índice chinês que procura rivalizar com o nova-iorquino Nasdaq, registraram impressionantes altas no primeiro dia de transações desta nova plataforma da Bolsa de Xangai, dedicada às ações do setor tecnológico.

A criação desta plataforma é uma das reformas mais importantes do mercado chinês, quando o gigante asiático tenta equilibrar seu modelo econômico, redirigindo-o para as novas tecnologia e produtos com alto valor agregado, em plena guerra comercial com os Estados Unidos.

Até agora, era principalmente Shenzhen, a segunda maior Bolsa de Valores da China continental, atrás de Xangai, onde se destacavam as transações de ações tecnológicas.

Nesta segunda, no STAR Market, o fabricante de baterias solares Anji Technology avançava 415,44% por volta de meio-dia, a 202 iuanes (26,1 euros) por ação, após ter chegado a 520% mais cedo.

Já a China Railway Signal & Communication, peso-pesado das empresas listadas ali, teria vendido ações por incríveis 10,5 bilhões de iuanes (1,360 bilhão de euros), a maior quantia do novo índice.

"Mas este fenômeno de apenas um dia pode não ser duradouro", lembra Shen Zhengyang, analista da Northeast Securities.

O novo índice chinês conta com regras muito flexíveis de lançamento na Bolsa para ajudar as empresas promissoras a se capitalizarem com maior facilidade e financiar seu desenvolvimento.

Também tem o claro objetivo de manter na China as pérolas tecnológicas nacionais, enquanto o gigante asiático concorre com os Estados Unidos pelo domínio neste setor crucial.

Atualmente, mais de 3.000 empresas integram o Nasdaq em Wall Street, enquanto seu equivalente de Xangai por enquanto tem apenas 25 companhias, sem grandes nomes conhecidos.

Ações vão ganhar importância
"Se a China não tivesse lançado uma nova plataforma acionária dedicado ao setor tecnológico, perderia uma oportunidade crucial de evoluir seu desenvolvimento financeiro para a nova economia", avalia Yang Delong, economista-chefe da First Seafront Fund Management, com sede em Shenzhen.

Os gigantes chineses Alibaba (de comércio digital) e Baidu (motor de busca) estão listados em Wall Street há vários anos. Já a Tencent Mastodonic (Internet) escolheu a Bolsa de Valores de Hong Kong.

Quando grandes empresas chinesas são cotadas no exterior, Pequim tem menos influência sobre suas receitas. Além disso, as restrições do país à compra de títulos estrangeiros impedem que os investidores chineses se beneficiem do sucesso dessas empresas.

"Acho que as ações científicas e tecnológicas serão mais importantes no mercado de capitais chinês, mas isso levará tempo, talvez dez, ou 20 anos, até mais", diz Jiang Liangqing, gerente de fundos da Ruisen Capital Management.

Diferentemente da legislação em vigor, o STAR Market permite lançar no mercado de ações empresas que ainda não geraram lucros.

Nos primeiros cinco dias de transações, não foi imposto um limite diário de flutuação (em Xangai e em Shenzhen ele é de 10%). Passado este curto período, será de 20% no STAR Market.

Este projeto de plataforma foi anunciado pelo presidente chinês, Xi Jinping, em novembro passado.

entry Jul 21 2019, 09:44 PM
Trump diz que EUA preocupam-se com proposta de imposto de serviços digitais na França

* por Steve Holland | Reuters

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, conversou com o colega francês, Emmanuel Macron, nesta sexta-feira e expressou preocupação sobre a proposta de criação de um imposto sobre serviços digitais na França, informou a Casa Branca.

Trump ordenou uma investigação na quarta-feira sobre o plano da França para a criação do imposto que vai incidir sobre companhias de tecnologia, medida que pode fazer com que os EUA imponham novas tarifas ou outras restrições comerciais.

O representante de Comércio dos EUA, Robert Lighthizer, afirmou que o governo Trump está preocupado que a taxa tenha como alvo empresas norte-americanas.

A investigação criada sob a chamada Sessão 301 dá à Lighthizer até um ano para determinar se o imposto francês prejudica companhias de tecnologia dos EUA e se representa uma prática comercial injusta.

O ministro de Finanças da França, Bruno Le Maire, disse em março que um imposto de 3% sobre a receita de grandes empresas de internet na França pode render 500 milhões de euros por ano.

entry Jul 20 2019, 09:59 PM
BTG Pactual compra 80% da Ourinvest

* Forbes
com Reuters

O BTG Pactual digital anunciou no dia (19) acordo para compra de 80% da Ourinvest DTVM, que será mantida como uma plataforma independente.

A operação, cujo valor não foi informado, envolve o Banco Ourinvest e as operações do banco ligadas à operação de câmbio para empresas e clientes institucionais, informou o BTG.

A Ourinvest distribui produtos estruturados e do mercado imobiliário. “Com o acesso à plataforma do BTG Pactual, a equipe da Ourinvest DTVM poderá expandir a oferta de produtos” e melhorar a experiência de seus clientes, afirmou o BTG em comunicado. “Sua base de clientes (Ourinvest) é bastante sofisticada”, disse no comunicado Marcelo Flora, sócio responsável pelo BTG Pactual digital.

Para o BTG Pactual digital, a aquisição resultará “em mais escala para sua plataforma…e ampliará o portfólio de produtos estruturados”.

A Ourinvest se tornará uma marca dentro da unidade digital de varejo do BTG Pactual, anunciada em maio com a chegada do executivo Amos Genish à sociedade do banco.

entry Jul 19 2019, 09:42 PM
UE avalia riscos de segurança do 5G e Huawei pode ficar de fora

* por Aoife White | Bloomberg

(Bloomberg) -- A União Europeia disse que pode considerar certos fornecedores da tecnologia 5G um risco de segurança e destacou que a lei chinesa exige que as empresas nacionais colaborem com os serviços de inteligência.

"De fato, é possível que cheguemos à conclusão de que, em alguns casos, certos produtos, serviços e fornecedores seriam considerados inseguros", disse Julian King, comissário para a segurança da UE, em conversa com repórteres na sexta-feira.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, defendeu uma proibição global da chinesa Huawei Technologies por motivos de segurança, o que alarmou operadoras de telecomunicações da Europa que dependem dos equipamentos da empresa para operar suas redes. Ao excluir a Huawei e a ZTE da próxima geração de redes móveis, as operadoras europeias de telefonia celular poderiam arcar com um custo extra de 55 bilhões de euros (US$ 62 bilhões), o que também adiaria o lançamento da tecnologia 5G, disse no mês passado o principal grupo de lobby do setor móvel, o GSMA.

"Há muito debate sobre a Huawei", disse King. "Não é que estamos obcecados com a China. Estamos tentando desenvolver uma avaliação de risco nesse mercado", e os principais fornecedores terão destaque na discussão.

Embora os governos europeus estejam livres para bloquear um fornecedor de 5G em razão de preocupações com segurança, King espera que os países aguardem uma avaliação de risco com previsão de divulgação até 1º de outubro, com base em informações de todos os membros da UE.

entry Jul 18 2019, 08:58 PM
Libra não será lançada até que reguladores estejam satisfeitos

* por Forbes
com Reuters

Autoridades regulatórias globais não permitirão que o Facebook lance sua criptomoeda libra até que todas as suas preocupações, desde a lavagem de dinheiro até a estabilidade financeira, sejam resolvidas e “uma discussão prolongada” pode ser necessária, disse o responsável pela resposta à Reuters.

O Facebook anunciou a libra – uma nova moeda digital apoiada por quatro moedas oficiais e disponível para bilhões de usuários de redes sociais em todo o mundo – há um mês, acrescentando que espera lançá-la no próximo ano.

Esse objetivo pode ser otimista.

Benoît Coeuré, membro do conselho do Banco Central Europeu que preside um grupo de trabalho internacional sobre a libra, disse que o alcance global do Facebook significa que a criptomoeda tem que ser segura “desde o primeiro dia” para seus usuários, sistema financeiro e autoridades de combate ao crime.

“Você precisa ser segura, robusta e resiliente desde o primeiro dia”, disse Coeuré em uma entrevista durante uma reunião do G7 em Chantilly, na França. “Não é um processo de aprendizagem: funciona ou não.”

Os reguladores temem que a libra, que em seu projeto original permitiria que os usuários transfiram dinheiro usando um pseudônimo, possa ser usada para lavar dinheiro ou financiar o terrorismo.

Isso pode envolver uma “discussão prolongada” entre os reguladores sobre como mudar as regras nacionais e internacionais existentes para enquadrar a libra, disse Coeuré.

“No futuro, poderemos descobrir que existem lacunas ou inconsistências que exigiriam uma discussão prolongada dos reguladores sobre como fazer isso de maneira diferente”, disse ele.

“As autoridades não vão permitir que tais projetos aconteçam antes que tenhamos respostas às nossas perguntas e antes que tenhamos o marco regulatório correto”.

entry Jul 17 2019, 08:45 PM
Computação em nuvem impulsiona lucro da IBM no 2º trimestre

* por Forbes
com Reuters

A IBM superou expectativas de analistas no resultado do segundo trimestre, impulsionada pelo crescimento dos negócios de computação em nuvem

A companhia, que concluiu na semana passada uma bilionária fusão com a produtora de software Linux, Red Hat, enfrentou anos de queda de receitas enquanto mudava seu foco para serviços de computação em nuvem ante venda de mainframes.

A receita da unidade de computação em nuvem subiu 5%, para US$ 19,5 bilhões. Já o faturamento da área que inclui serviços de análises de dados, cibersegurança e inteligência artificial avançou 3,2%, para US$ 5,65 bilhões, acima dos US$ 5,49 bilhões esperados segundo pesquisa com três analistas consultados pela Refinitiv IBES.

A receita total caiu 4,2%, para US$ 19,16 bilhões, em linha com estimativas dos analistas.

O vice-presidente financeiro da IBM, James Kavanaugh, afirmou que a queda na receita pode ser atribuída à fraqueza dos negócios legados da empresa, de venda de hardware.

A IBM, que obtém mais de 60% da receita fora dos Estados Unidos, afirmou que a valorização do dólar reduziu a receita em cerca de US$ 500 milhões.

O lucro líquido da companhia subiu para US$ 2,5 bilhões, ou US$ 2,81 por ação, no segundo trimestre, ante US$ 2,4 bilhões, ou US$ 2,61 por ação, um ano antes.

Em termos ajustados, a companhia teve lucro de US$ 3,17 por ação, superando expectativas do mercado de US$ 3,07.

entry Jul 16 2019, 08:57 PM
Bitcoin cai abaixo de US$ 10 mil

* Forbes
como Reuters

O bitcoin caía mais de 10% hoje (17), abaixo de US$ 10 mil pela primeira vez em duas semanas, após parlamentares norte-americanos questionarem os planos de lançar uma criptomoeda do Facebook, à medida que o escrutínio político e regulatório das moedas digitais se intensifica.

A maior criptomoeda caía para US$ 9.610 por volta da 14h50 no horário de Brasília, após David Marcus, principal executivo do Facebook supervisionando o projeto da libra, respondeu a perguntas do Comitê Bancário do Senado. No início do dia, o bitcoin havia perdido cerca de 3%.

Operadores disseram que o gatilho para a queda não estava imediatamente claro. Durante o depoimento, um senador dos Estados Unidos disse que o Facebook está “iludido” em acreditar que as pessoas vão confiar nele como dinheiro, enquanto a gigante da mídia social luta para conseguir que Washington apoie a libra, planejada para ser lançada em 2020.

entry Jul 15 2019, 09:24 PM
Grécia contrata bancos para emissão de bônus de 7 anos 'no futuro próximo'

* por Dow Jones Newswires | Frankfurt

A Grécia contratou bancos para uma nova oferta de bônus com maturação em sete anos denominados em euro, com a transação sindicalizada a ser lançada no futuro próximo, sujeita a condições de mercado, apontou um dos bancos liderando a gestão em um anúncio nesta segunda-feira.

A emissão planejada será a terceira venda de bônus pela Grécia este ano, pelas quais já se levantaram 5 bilhões de euros, divididos igualmente, em bônus de 10 anos em março e de cinco anos em janeiro.

A recente queda nos rendimentos de bônus soberanos, uma função das expectativas de mercado por mais afrouxamento monetário pelo Banco Central Europeu (BCE), reforçou a corrida de investidores por bônus rendendo relativamente mais alto. Na zona do euro, investidores têm de escolher bônus de maturação muito longa ou ativos relativamente mais arriscados para agarrar retornos.

Os bancos contratados para a emissão são Barclays, Bank of America Merril Lynch, Deutsche Bank, Morgan Stanley, Nomura e Société Generale como gestores líderes.

entry Jul 14 2019, 10:34 PM
Reguladores avaliam se Libra, moeda virtual do Facebook, teria estrutura de ETF

* por Dow Jones | Nova York

Reguladores dos Estados Unidos estão avaliando se a Libra, criptomoeda que o Facebook e um grupo de empresas planeja colocar em operação em 2020, deve estar sob supervisão desses órgão, um desdobramento que pode complicar adicionalmente o projeto, que já enfrenta diversas críticas, desde o presidente Donald Trump aos legisladores em Washington.
Funcionários da Securities and Exchange Commission (SEC), a reguladora do mercado de capitais dos Estados Unidos, estão avaliando se a estrutura da Liba torna a moeda virtual um ativo semelhante a um fundo de índice, ou ETF (na sigla em inglês), de acordo com pessoas familiares ao assunto ouvidas pela Dow Jones.

Se a SEC avaliar que o desenho da Libra a torna um ETF, o Facebook vai precisar de aprovação do regulador para lançar a moeda virtual. Executivos do Facebook se encontraram recentemente com membros da SEC para tratar deste ponto e também se reuniram com outros reguladores, como o Federal Reserve (Fed, o banco central americano), e o Tesouro.

Na próxima terça-feira, dia 16, o executivo do Facebook, David Marcus, vai ao Congresso em Washington dar um depoimento para senadores sobre a criptomoeda. A regulação da Libra deve ser um dos temas levantados pelos legisladores. Até agora, o Facebook não forneceu detalhes suficientes dos aspectos técnicos da Libra, como por exemplo, sobre os mecanismos de proteção de lavagem de dinheiro e qual será o papel e o poder de controle de outras companhias envolvidas, como a PayPal.

"Eles não parecem ter pensado tanto nem nos mecanismos nem nas implicações regulatórias de como o dinheiro fluirá dos usuários, carteiras e desenvolvedores para dentro e para fora da estrutura", afirma Jonah Crane, ex-funcionário do Tesouro dos EUA que aconselha Fintechs (empresas nascentes de tecnologia que prestam serviços financeiros) sobre questões regulatórias.

O Fed também está monitorando a Libra, na medida em que os 1,6 bilhão de usuários diários do Facebook dão enorme potencial de uso para a divisa. O vice-presidente do Fed, Randal Quarles, disse na semana passada que as criptomoedas não cresceram ainda o bastante para trazer preocupações sobre os riscos para a estabilidade ao sistema financeiro mundial, temor que a entrada do Facebook no jogo pode mudar.

Já Trump postou em suas redes sociais que o Facebook deveria "se tornar um banco" e se submeter à regulação do setor bancário. O presidente dos EUA também mostrou preocupações de as criptomoedas serem usadas para facilitar "comportamentos fora da lei", incluindo o comércio de drogas.

entry Jul 13 2019, 08:31 PM
Shopping do Rio constrói parque solar em Minas para reduzir conta de luz

* por Denise Luna | Estadão

O shopping VillageMall, na Barra, zona oeste do Rio, passará a ser totalmente abastecido com energia elétrica vinda de um parque solar fotovoltaico instalado no norte de Minas Gerais.

Construído pela companhia de energia EDP, o parque solar possibilitará uma economia de mais de 40% na conta de luz, o correspondente a cerca de R$ 5,5 milhões ao ano, segundo a Multiplan, que administra 19 shoppings no país.

A construção do sistema evitará a emissão de 227.655 toneladas de gás carbônico no meio ambiente ao longo de 25 anos de operação, o que corresponde ao plantio de mais de 418 mil árvores.

Com 25.440 módulos fotovoltaicos, o parque solar abrange uma área de 240 mil metros quadrados, o equivalente a 24 campos de futebol, e contará com a tecnologia tracking --estrutura que se move de acordo com as mudanças no ângulo dos raios solares, permitindo a maior absorção possível de radiação.

O projeto conta com uma linha de transmissão de 9,5 km de extensão conectada em 13,8 kV. Projetada para gerar 17,520 GWh por ano, a energia é suficiente para abastecer cerca de 9,7 mil casas.

O shopping VillageMall segue uma tendência que vem crescendo no Brasil, com a adoção de parques solares para reduzir a conta de luz a partir da Geração Distribuída. A operadora Claro, L'Oreal e Petrobras são algumas das empresas que já aderiram ao sistema.

468 Páginas V  1 2 3 > »   
DSTQQSS
23
24
25
26
27
28
29
30
31




IPS Driver Error  

There appears to be an error with the database.
You can try to refresh the page by clicking here.

Error Returned

We apologise for any inconvenience